Milagre

17 out

Divina mão florentina intuiu
a divindade do toque
e o eternizou nas cores
da esplendorosa Sistina

Do toque – Faça-se a Vida!
…a Vida surpreendeu.

Do toque – Surja a Beleza!
…a cerejeira floriu.

Do toque – Que venha o Amor!
…as mãos se entrelaçaram.

Do toque – Que viva o Sonho!
…os olhos se entreabriram.

Do toque – Faça-se a Luz!
…cintilou o Firmamento.

Do toque – Que triunfe a Alegria!
…Milagre: aconteceu Você!

Definitivamente é um milagre cotidiano acontecer em nossas vidas,aquela pessoa, ou aquelas pessoas, que vem trazendo sorrisos sinceros, gestos de gentileza, afagos carinhosos…
melhor ainda se É VOCÊ essa pessoa que faz a vida de alguém mais feliz, mesmo que por alguns momentos.
É tão simples!

Veja o que diz Emily Dickinson:

“Se eu puder evitar que um coração se parta
Não viverei em vão.
Se eu puder suavizar a aflição de uma vida,
Aplacar uma dor,
Ou ajudar um frágil passarinho
passarinho1A retornar ao ninho,
Não viverei em vão.”

Anúncios

3 Respostas to “Milagre”

  1. Jucemir 1 de fevereiro de 2010 às 22:24 #

    Dinah, cunhã e gangana, é bom ouvir-te após longos, extenuantes e instrutivos passeios e discussões por sítios da comunidade internética dos ateus.
    Bem vês que sou criatura desprovida de preconceitos: navego por portos díspares e inconciliáveis; mais vale a poesia e a amizade.
    (Também pertenço a comunidade espiritual, e um pouco menos virtual, dos comunistas cariocas desnorteados – que agora migrou do vermelho degradado para o verde ecológico. Do aguerrido, utópico e generoso “Operários do mundo, uni-vos.”, passamos para coisa bem mais modesta: “Por um Rio sem Paes. Gabeira para a prefeitura. Hasta la vitória!” )
    Não quero recorrer a nenhuma resposta fria de Mamãe Wikipedia, por isso te pergunto: Quem é essa Emily Dickinson que tanto te fala ao coração?
    Viste como Anabel anda fascinada com a tal da condromalácia? Se não fossem as provas irrefutáveis da patologia que lhe acomete o joelho – e supondo que a radiografia não é contrafação de excelente fotógrafa – , um bom freudiano logo aventaria a hipótese de uma dessas travessuras do Inconsciente.
    Mas deixemos de lado a medicina psicossomática….
    Continuo esperando teus livros.
    Beijo (e vê se não descuidas do feijão).

    Teu eterno aluno, Jucemir.

  2. Rejane 1 de fevereiro de 2010 às 22:26 #

    Oi!

    Passei por aqui também!

    Bjs
    Rejane

  3. Sônia Regina 1 de fevereiro de 2010 às 22:28 #

    Você é uma dessas pessoas que sempre traz beleza para meus olhos curiosos,um abraço,Sonia Regina.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: