Tag Archives: Leminsky

Poetas… e eu

2 nov

Já comentei, sem medo de errar:
Talvez, hoje, o que mais me agrada é estar em contato com poetas…esclareço que a maioria deles já retornou ao Olimpo.

Haverá,
ainda,
no mundo,
coisas tão simples
e tão puras
como a água bebida
na concha das mãos?

Mário Quintana

Suponho que sim …Aquele que não se condena por beber de maneira tão infantil, tão ingênua, tão simples e tão primitiva.

Moinho de versos
movido a vento
em noites de boemia
Vai vir o dia
quando tudo que eu diga
seja poesia.

Paulo Leminsky

Em noites de boemia
é fácil criar poesia…
Sobram-me as noites…
Falta-me a boemia.

Dinah

Nunca cometo o mesmo erro
duas vezes.
Já cometo duas três
quatro cinco seis
até esse erro aprender
que só o erro tem vez.

Paulo Leminsky

Um erro cometido
2, 3, 4, 5…mil vezes,
talvez não seja um erro.
Talvez seja um acerto
em um baile de máscaras.

Dinah

Eu grito daqui
Você grita daí
Quem berrar mais alto
é que tem razão

O Rebelde

Não exijo ter razão
Destarte, não grito.
Prefiro falar baixinho
vestindo-me, ou não, de razão.

Dinah

Quero muito que venha o dia em que TODOS falem em ritmo de poesia…

Calmamente, espero… Sou teimosa! Vem comigo!

Anúncios